Voltar

Presépios Reciclados

O Complexo “A Casinha”, através do projeto Eco-Escolas (temática resíduos), promoveu no mês de dezembro o Concurso de Presépios Reciclados (todos os presépios foram construídos a partir da reciclagem de outros materiais.

Este concurso tinha como objetivo proporcionar uma maior vivência da mensagem natalícia, sensibilizar a comunidade educativa para a tradição cultural da construção do presépio, promover a manifestação artística e a criatividade interinstitucional e individual 

“A representação da Natividade remonta ao tempo dos primeiros cristãos. Mas foi apenas em 1223, quando S. Francisco reevocou o nascimento do redentor numa gruta de Greccio, que se inicia a história do Presépio. (…) Na labiríntica igreja de Belém, numa pequena sala com as paredes ainda enegrecidas por um incêndio antigo, uma estrela metálica no chão serve para assinalar o local preciso onde nasceu Jesus de Nazaré. Ali, há vinte séculos, Maria deu à luz num estábulo (ou numa gruta, visto que tais cavidades naturais eram utilizadas, na Palestina, como abrigos para os animais) e depois colocou o Menino no calor de uma manjedoura, palavra que em latim se escreve praesepium: de praesepire, fechar com uma sebe. Presépio, portanto.”
In O Presépio: oito séculos de história, arte e tradição, de Pietro Gargano